Dor na lombar: você já sofreu disso? Entenda mais aqui!

Antes de começar a ler esse texto, certifique-se de alinhar a coluna! "Dor nas costas", "dor na coluna", "dor na lombar". Não importa o nome que você dê, mas a pergunta é: quando se senta, sente algum desconforto nas costas? Você não está sozinho. Segundo dados da Organização Mundial de Saúde (OMS), cerca de 80% dos adultos sofrerão uma crise aguda de dor nas costas - sendo que 90% dessas pessoas sentirão mais de uma vez. A “lombalgia” é um termo utilizado para descrever uma dor na região lombar, e como os dados já mostraram, é uma das dores mais comuns na sociedade. Mas os dados alarmantes não param por aí, ela foi registrada como a dor crônica incapacitante que mais afasta pessoas do trabalho.

E, no caso de você já ter começado a perceber as rugas chegam junto com os anos, saiba que isso é ainda mais comum: o tempo não é muito generoso com a nossa coluna. A dor nas costas está entre os principais fatores responsáveis por piorar a qualidade de vida da população conforme o envelhecimento. CAUSAS Existem diversos fatores que podem causar dor nas costas. Alguns casos são resultantes de traumas e complicações na saúde devido ao avanço da idade, como artrite, hérnia de disco e espondiloartrites, mas em outros, só têm a ver com nossos hábitos. Então fique de olho nesses costumes que podem estar prejudicando a sua qualidade de vida: - Má postura; - Permanecer longos períodos na mesma posição; - Levantar e/ou carregar excesso de peso; - Traumas de repetição, causados por movimentos repetitivos, como excesso de exercícios e atividades no trabalho (lombalgias ocupacionais); - Gravidez, carregar o peso extra do bebê pode aumentar a tensão nas vértebras e causar dor; - Excesso de peso corporal também pode causar pressão adicional à coluna. PREVENÇÃO Só de olhar o tópico acima fica fácil perceber quais são as práticas que podem garantir que a dorzinha incomoda não dê as caras por um bom tempo. Mas se ainda ficou alguma dúvida, a gente tira: - Seja adepto da boa postura. Cabeça para cima, ombros retos, peito para frente, peso distribuído em ambos os pés. - Alongue-se! Pode fazer isso várias vezes ao dia, a começar pelo espreguiçamento ao acordar. - Na hora de ir pra cama, dê preferência a dormir de lado. De bruços, você pode entortar o pescoço e forçar a região lombar. - Sente-se em cadeiras e sofás com encosto reto e firme. Use um descanso para um dos pés quando estiver de pé ou sentado por muito tempo. - Na hora de dirigir, mantenha pés a distância confortável dos pedais, sem forçar e se a estrada for longa, a viagem vai exigir travesseiro para as costas, além de intervalos para descanso. - Se você trabalha sentado, tire intervalos para esticar o corpo e caminhar. - Quem fica em pé, por muito tempo deve descansar um dos pés, em intervalos. Além disso vale investir em caminhadas, escada, qualquer coisa que movimente o corpo, e para ajudar a manter a musculatura relaxada, respire fundo. - Se a dorzinha crônica aparecer procure orientação médica, assim você garante que ela não se transforme em crônica. Evite a automedicação. - Xô, quilinhos extras! Eles pesam não apenas na barriga, por isso conserve o peso normal. DIAGNÓSTICO Como as costas são estruturas complexas, nem sempre é fácil diagnosticar a causa exata da dor nas costas. Mas alguns sintomas merecem muita atenção são: febre, perda de peso repentina e sem causa aparente, dificuldade par urinar, piora pela manhã ou após períodos de repouso, perda de controle da bexiga ou intestino, dormência nas costas, nádegas ou em torno dos órgãos genitais. Para saber qual a origem da sua dor, procure um especialista, clínicos gerais, ortopedistas, fisioterapeutas e reumatologistas podem estar envolvidos no diagnóstico. Saiba que existem exames clínicos e de imagem que podem ser solicitados para confirmação do diagnóstico, Para finalizar: como está sua postura depois de ler todo esse texto? A tomada de consciência da própria postura vai garantir que suas costas vivam relaxadas por mais algum tempo! Conte com nossos reumatologistas, Dr Fernando Gasparin e Dr Hênio Vanni Filho, e também com nosso geriatra, Dr Fernando Mattar.

Aqui na All Klinic nós cuidamos de você de forma integral.

#medicina #saúde #cuidados #dor

Posts Em Destaque
Posts Recentes
Arquivo
Procurar por tags
Nenhum tag.
Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square
©  2018 Todos os direitos reservados à  All Klinic.                                                                                                                                     Desenvolvido por
logo_LOGO ORIGINAL FUNDO ESCURO YBRIDA_e